O advogado e ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, foi convidado palestrou para os alunos da Faculdade de Direito da USP de Ribeirão Preto sobre o atual cenário político-econômico e a profunda crise institucional que o Brasil está inserido.

Ainda no início de sua fala, José Eduardo Cardozo deixa claro que, em vez de uma exposição, fará o que chama de “socialização de angústias”, já que o futuro da democracia é, para ele, motivo de preocupação no atual cenário em que o Brasil se encontra.

Também durante o evento, José Eduardo Cardozo salientou que não é verdade que Direito e política não se misturam. Em sua avaliação, Direito e política são indissociáveis. “Direito e poder não se separam. E nenhum dos dois poder ser objeto de reflexão fora da história”, comenta José Eduardo Cardozo que, em outras falas, já afirmou: “advocacia sem a democracia e sem o Estado de Direito não é nada”.

*Perfil*

Paulista, José Eduardo Cardozo é formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Na mesma universidade, concluiu ainda o mestrado e o doutorado. Em 2010, José Eduardo Cardozo foi nomeado ministro da Justiça pela então presidente do Brasil, Dilma Rousseff. Em 2016, esteve à frente da Advocacia-Geral da União (AGU).

Além de advogar, desde 1982 José Eduardo Cardozo é professor e palestrante. Hoje, ele leciona na PUC-SP, na pós-graduação do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e na Escola Paulista de Direito. Também deu aulas no curso preparatório para ingresso nas carreiras do Ministério Público.

José Eduardo Cardozo é ainda autor de livros como “A Máfia das Propinas – Investigando a Corrupção em São Paulo”, lançado em 2000, que denunciou o esquema de desvio de verba que dominava a capital paulista desde 1993.

Fale conosco

SHIS QL 22 Conjunto 5, Casa 1 Lago Sul, Brasília - DF - CEP 71650-255
Rua Lauro Muller, nº 116, Sala 2405, Torre Rio Sul, Botafogo, Rio de Janeiro - RJ - CEP 22.290-160